segunda-feira, 13 de Outubro de 2014

Mais emprego a vista?!

Sector da hotelaria e turismo segredo para mais postos de trabalho



Luanda - O presidente do Conselho de Administração da Feira Internacional de Luanda (Filda), Matos Cardoso, apontou sábado, nesta cidade, o sector da hotelaria e turismo fundamental no aumento de posto de trabalho para a juventude.


Matos Cardoso defendeu esta tese quando discursava no acto de encerramento da 3ª Bolsa Internacional de Turismo de Angola, iniciado quinta-feira última sob o lema “ Uma realidade, um desafio, uma oportunidade, uma fonte de receitas e empregabilidade”, decorrido nas instalações da Filda, com o fecho dos portões hoje (domingo).


De acordo com o responsável, no sector da hotelaria e turismo está o segredo para Angola aumentar significativamente a disponibilidade de emprego para a juventude, por isso vale a pena continuar a organizar feiras do género para o desiderato.


Reconheceu haver a necessidade de se gerar muitos empregos para o país, para atender à demanda da juventude, o sector da hotelaria e turismo, é aquele que em qualquer parte do mundo permite a mão-de-obra intensiva e a custos baixa, inferior que exigiria uma indústria transformadora.


Alertou que é preciso entender que na fase inicial sempre se experimenta dificuldades, precisando de empreender, no sentido de fazer destas dificuldades motivação suficiente, para investir e criar condições vantajosas para os negócios e de igual forma para a sociedade angolana.


Matos Cardoso disse perspectivar que a Okavango enquanto feira de exposição irá crescer na medida que o mercado angolano do turismo e hotelaria também seguirem o mesmo caminho.


“É sua esperança que são os próprios operadores do sector e os realizadores dos eventos, patrocinados pelo ministério, vão transformar actual realidade de fazer de Angola uns dos principais centros de turismo em África e no mundo” concluiu o presidente da Filda.



Fonte: ANGOP

Solução para o trânsito a vista!

Rede ferroviária alivia trânsito


O Ministério dos Transportes elaborou um estudo de uma rede ferroviária ligeira na cidade de Luanda para colmatar o problema do trânsito, indica uma nota a que o Jornal de Angola teve acesso.


Com a rede ferroviária ligeira prevê-se a construção de um conjunto de linhas estruturantes e radiais, atravessando os grandes centros urbanos com maior densidade populacional, permitindo assim a flexibilidade da mobilidade na cidade de Luanda. 


Numa primeira fase, e a curto prazo, era a duplicação da linha, partindo do Bungo até à estação do Baia, em Viana, assim como a ligação ao novo Aeroporto Internacional, em construção na localidade de Bom Jesus. Uma outra perspectiva, também a curto prazo, consiste na aplicação do Sistema Ferroviário Ligeiro (LRT) em toda a zona da marginal, partindo do Porto de Luanda até Benfica. 


O estudo prevê realizar a construção da rede por fases e prioridades, numa altura em que se vão estabelecendo ligações com outros modos de transporte, a intermodalidade (BRT), ligando autocarros públicos, serviços de táxi e transporte marítimo.



Fonte: Jornal de Angola

Angola país fértil para investimento!

Polacos consideram Angola ponto seguro para investimentos




Varsóvia - Sob o lema "Chegar à África", realizou-se na última semana um encontro de preparação do Congresso Polónia-África 2014, na Câmara do Comércio, em Varsóvia (Polónia), tendo os polacos considerado Angola como parceira principal para os seus investidores nos próximos anos, soube-se hoje de fonte oficial.



De acordo com nota do sector de imprensa da Embaixada de Angola na Polónia, que cita a secretária de Estado da Economia daquele país, Ilona Antniszn-Klik, "Angola é alvo de maior interesse de parte do governo e investidores polacos, com uma aplicação de crédito, a ser processada pela União Europeia em 60 milhões de euros".


Segundo a responsável, tudo está a ser feito para a implementação de projectos em fábricas e sistemas de transformação de produtos. Refere que a Polónia pretende, a breve trecho, injectar no mercado angolano máquinas sofisticadas para agricultura, processamento de gás e seus derivados, estações de combustível e outras acções estabelecidas no acordo de cooperação entre os dois Estados.


Por seu turno, Katarzyna Kcperczyk, sub-secretária dos Negócios Estrangeiros da Polónia, destacou o envolvimento do embaixador de Angola naquele terrítório europeu, Domingos Culolo, sublinhando que o diplomata tem sido um dos representantes que "tem agilizado a concretização célere deste crucial facto".


Para a dirigente dos Negócios Estrangeiros, é muito importante a cooperação bilateral relançada recentemente entre Angola e a Polónia, realçando que a segunda edição do Congresso Polónia-África, prevista para 26 e 27 de Novembro de 2014, na região de Lódz, será dedicada ao continente africano e em especial a Angola, por ser uma das maiores potências de África.


No encontro preparatório estiveram presentes autoridades do governo polaco, embaixadores e individualidades de negócios de vários sectores da economia local.



Fonte: ANGOP

terça-feira, 30 de Setembro de 2014

Vamos reconhecer as nossas Tradicoes!!

Casamento tradicional com efeitos civis


O futuro Código da Família vai reconhecer o casamento tradicional e religioso e introduzir dois novos regimes aos efeitos patrimoniais do casamento.

Uniao faz a forca - TAAG pronta para voos mais altos!!

TAAG passa sob gestão da EMIRATES





O Ministério dos Transportes da República de Angola e a EMIRATES assinaram hoje, terça-feira, no Dubai, um acordo de pareceria estratégica para o desenvolvimento da TAAG - Linhas Aéreas de Angola.