terça-feira, 15 de Abril de 2014

Nossa Herança Cultural

Cultura avalia monumentos

 

A ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva, deslocou-se ontem às províncias da Huíla e do Namibe, para uma jornada de trabalho e de averiguação dos locais históricos destas regiões, no âmbito do Dia Mundial dos Monumentos e Sítios, que se assinala dia 18.
 
 
Uma nota de imprensa do Ministério da Cultura, enviada à Angop, informa que a jornada começa na província da Huíla, onde a governante descerra a placa classificativa da Missão de Caconda, como património nacional, e tem um encontro alargado com a Direcção Provincial da Cultura, promotores e associações culturais e algumas entidades eclesiásticas.
 

Na agenda de trabalho da ministra consta ainda o descerramento da placa de classificação dos Edifícios da Missão Católica da Huíla, da Antiga Câmara Municipal, inauguração de uma exposição fotográfica sobre os Monumentos e Sítios classificados e inventariados na província e visita às instalações da Direcção Provincial da Cultura.
 

As actividades terminam com deslocações ao Museu Regional, Biblioteca Provincial e Arquivo Histórico da Huíla.
 

No Namibe, a ministra descerra a placa do sítio arqueológico do Tchitundu-hulu, inaugura uma exposição fotográfica na cidade do Namibe sobre o local, assim como descerra as placas dos monumentos de Santo Adrião e São Fernando e tem um encontro com os funcionários da Delegação Provincial da Cultura. As jornadas alusivas aos Monumentos e Sítios têm como um dos propósitos ajudar a criar maior reflexão em torno da preservação dos bens patrimoniais.
 

Neste âmbito, o Ministério da Cultura celebra, através do Instituto Nacional do Património Cultural, a efeméride sob o lema “Preservar no presente o futuro dos Lugares de Memória”, tendo como alvo principal a valorização de todos os bens do património cultural, capazes de evocar a memória colectiva dos angolanos.
 
 
 
Fonte: JA

LLuuuuuuuzzzzz!!

Empréstimo do Brasil para o sector eléctrico




O Brasil vai emprestar dois mil milhões de dólares (200 mil milhões de kwanzas) para financiar exportações da de bens e serviços para a execução de obras do aproveitamento hidroeléctrico e da construção da barragem de Laúca.
 
 
A decisão vem expressa num Decreto Presidencial publicado em Luanda que refere que o financiamento surge na sequência de um protocolo entre os dois países que vai a ser assinado pelo ministro das Finanças, Armando Manuel.
 

O empréstimo, classificado adicional, destina-se ao aproveitamento hidroeléctrico de Laúca, Cuanza Norte, que está a ser construído pela empresa brasileira Odebrecht. A construção da barragem de Laúca, o maior projecto hidroeléctrico de Angola, está orçada em 3.700 milhões de dólares (370 mil milhões de kwanzas).
 

O aproveitamento hidroeléctrico de Laúca tem capacidade para fornecer energia a 750 mil pessoas. Com uma capacidade de produção prevista de 2.067 megawatts, o aproveitamento hidroeléctrico de Laúca vai regular o restante caudal do rio Kwanza, no qual está prevista a construção das barragens Caculo-Cabassa, Túmulo do Caçador, Zenza I e Zenza II.
 
 
 
Fonte: JA

País com Novos Quadros!

Novos médicos na rede pública!




O ministro do Ensino Superior, Adão do Nascimento, disse em Benguela que o Executivo está a cumprir a estratégia de formação de quadros e a prova são os 57 médicos formados na Faculdade de Medicina da Universidade Katyavala Bwila.
 
 
“Estes novos médicos vão aumentar a qualidade de atendimento de pacientes nos hospitais de Benguela e reforçar e operacionalizar a prestação de cuidados de saúde”, disse Adão do Nascimento, ao presidir, sexta-feira, à cerimónia de outorga de diplomas.
 

“Este grupo de estudantes, agora médicos, vão redobrar o funcionamento do corpo clínico, particularmente na província de Benguela, para orgulho da nação”, frisou.
 

A Faculdade de Medicina da Universidade Katyavala Bwuila teve início no ano académico de 2008, criado sob os auspícios da então Secretaria de Estado do Ensino Superior, em parceria com o Governo Provincial de Benguela. A faculdade é fruto de uma parceria estratégica com Cuba.
 

O corpo docente é maioritariamente de nacionalidade cubana. Adão do Nascimento destacou importância do estágio na aquisição de competências no âmbito da especialização, que permite ao médico desenvolver, com autonomia, uma prática baseada em elevados padrões de qualidade e no conhecimento científico.
 

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Masseca, informou que os vários programas do Executivo visam promover a substituição de médicos expatriados por nacionais.
 

No Ministério da Saúde decorre uma ampla reforma para uniformizar a função do padrão sanitário e epidemiológico em todas as unidades sanitárias do país, informou.
 
 
 
Fonte: JA

segunda-feira, 14 de Abril de 2014

Oportunidades de primeira casa no Huambo!!

Huambo: 30% das novas casas reservadas para jovens




Quatro mil 80 casas, correspondendo a 30 porcento do total de moradias que estão a ser erguidas na província do Huambo, vão ser entregues directamente à juventude local, no âmbito do programa do governo para diminuir a falta de habitação.

O facto foi dado a conhecer hoje, quinta-feira, à Angop pelo chefe do departamento da juventude, Martins Suquete, entrevistado para abordar as políticas públicas para facilitar o acesso dos jovens à habitação.

Na província do Huambo estão em curso obras de 13.600 casas, sendo 1600 nas vilas municipais do Ucuma, Chinjenje, Longonjo, Cachiungo, Chicala-Cholohanga, Mungo, Ecunha e Londuimbali (200 por município); três mil na vila municipal do Bailundo, quatro mil nos arredores da cidade da Caála e cinco mil nos arredores da cidade do Huambo.

Informou que as casas serão entregues aos beneficiários tão logo sejam concluídas, escusando-se avançar datas.

"Em todos os municípios onde o governo está a construir casas, 30 porcento destinam-se à juventude, incluindo nas novas centralidades do Bailundo, Caála e Lossambo" - disse.

A direcção da juventude e desportos na província do Huambo, segundo Martins Suquete, está a envidar esforços no sentido de contemplar um maior número de jovens, independentemente da filiação partidária ou religiosa.

Lembrou, porém, que os jovens ao candidatarem-se para acesso às casas sujeitar-se-ão aos mesmos requisitos da maioria da população no tocante ao pagamento das rendas e às garantias a apresentar, mas têm, a seu favor, o facto de terem quotas reservadas.

O chefe do departamento da juventude na província do Huambo reconhece ser insuficiente o número de casas disponíveis (4.080), mas acredita que nos próximos anos a percentagem seja elevada.

Mais Uma grande Estrela que pendura as Botas

Carlos Almeida despede-se na Taça de Angola




O extremo-base do 1º de Agosto Carlos Almeida despede-se das quadras de basquetebol terça-feira, depois do encontro diante do Petro de Luanda, referente à primeira mão da final da Taça de Angola, no pavilhão Victorino Cunha.

A informação foi avançada pelo jogador à Angop, apontando a presença na Assembleia Nacional, onde representa a bancada parlamentar do MPLA, como principal motivo do “adeus” antecipado.

“Poderia aguardar até ao final da época, mas está ser difícil conciliar. Por isso, optei por encerrar neste momento a minha carreira”, explicou o jogador de 37 anos de idade.

Carlos Almeida, capitão do 1º de Agosto, disse ainda que o jogo da primeira mão é o ideal para a despedida por se disputar no pavilhão Victorino Cunha (casa do 1º de Agosto), onde a direcção do clube pretende homenageá-lo no final. A segunda mão está agendada para o pavilhão da Cidadela, no dia 18, mas não contará com a prestação do extremo-base.

Com 1,93 metros, Carlos Almeida capitaneou a selecção nacional sénior masculina na conquista do 11º título africano, somando o seu sétimo troféu nas contas individuais.

Deste modo, o cinco nacional, que vai competir no Mundial da Espanha a partir de Agosto, não deverá contar com o extremo-base.
 
 
 
 
Fonte: ANGOP