quarta-feira, 23 de Abril de 2014

1 Minuto de Cultura!!

Comemora-se hoje o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor




Comemora-se hoje 23 de Abril, o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, proclamado pela Conferência Geral da UNESCO, em 1995, com o objectivo de promover uma maior consciencialização sobre a importância dos livros na nossa sociedade.
 
 
Nesta data celebra-se também o Direito de Autor. Um direito que é reconhecido pela Declaração Universal dos Direitos do Homem, o direito de autor funciona simultaneamente como garantia de defesa do património e dos valores culturais.

A data foi instituída pela Conferência Geral da UNESCO para prestar tributo aos grandes autores da literatura mundial que nasceram ou morreram neste dia. É o caso de Cervantes, Shakespeare, Inca, Garcilaso de la Veja e Vladimir Nabokov. A celebração procura também encorajar as pessoas, especialmente os mais jovens, "a descobrir o prazer da leitura e a respeitar a obra insubstituível daqueles que contribuíram para o progresso social e cultural da Humidade" (UNESCO).

A ideia de celebrar este dia surgiu na Catalunha, onde é oferecida uma rosa a cada pessoa que compra um livro. Desde então o dia 23 de Abril tem sido comemorado de diversas formas um pouco por todo mundo. Todos os anos o Comité da Unesco nomeia a Capital Mundial do Livro.

Entretanto, o Dia Mundial do Livro e do Direito de autor é celebrado em mais de 100 países.

Direitos Autorais são conjuntos de normas legais e prerrogativas morais e patrimoniais (económicas) sobre as criações do espírito, expressas por quaisquer meios ou fixadas em quaisquer suportes, tangíveis ou intangíveis e são concedidos aos criadores de obras intelectuais.
A protecção dos direitos autorais foi uma das formas encontradas para evitar que grandes ideias e criações fossem descredibilizadas pela pirataria que, basicamente, se caracteriza pelo roubo de ideias em benefício próprio.
Por isso, é fundamental para os autores e para a própria evolução da cultura na sociedade que os direitos autorais sejam protegidos, possibilitando que os autores, qualquer que seja a sua criação, permaneçam estimulados pelo reconhecimento de seus esforços e da beleza de suas obras, e continuem trabalhando para que possamos ter acesso a novos livros, músicas, quadros, etc.
Sem a devida protecção, aos direitos autorais, escritores como Miguel de Cervantes, autor de ‘Don Quixote de La Mancha’, e William Shakespeare, autor de ‘Romeu e Julieta’ e ‘Hamlet’, certamente não teriam alcançado o justo reconhecimento por seus esforços e actualmente poucos, ou ninguém, saberiam quem foram e o que fizeram.
O reconhecimento a estes dois génios da literatura é tamanho, que em uma última homenagem, a escolha da data de comemoração ao Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor foi feita com base no facto de que, dia 23 de Abril de 1616, ambos, tanto Miguel de Cervantes quanto William Shakespeare, faleceram.
 
 
 
Fonte: ANGOP

Estamos no Bom Caminho!

Economia angolana regista crescimento positivo
 
 

A economia angolana atravessa um período de crescimento significativo que pode vir a ser exponenciado através do desenvolvimento do mercado de capitais em todas as suas vertentes, disse hoje, em Luanda, o presidente do Conselho de Administração da Comissão de Mercados de Capitais (CMC), Archer Mangueira.


Segundo Archer Mangueira, que falava na sessão de apresentação pública do projecto de regulamentos dos organismos de Investimento Colectivo e do Projecto de Regime Jurídico sobre as sociedades Gestoras de Capital de Risco, o volume de projectos potenciais a ser desenvolvidos em Angola devem ser explorados, de modo diversificado e estruturado.

“O caudal de projectos potenciais a ser desenvolvidos em Angola devem ser explorados de forma diversificada e estruturada, de modo a assegurar uma ampla liberdade de escolha aos empreendedores e aos investidores”, disse.

Ressaltou que a competitividade do mercado de capitais angolanos passa também pela amplitude dos dispositivos aos quais os investidores possam recorrer para proceder às suas decisões de investimento.

“A actividade de capital de risco constitui, neste contexto, uma forma de investimento alternativo de significativa relevância, no desenvolvimento das pequenas, médias e grandes empresas, funcionando como meio privilegiado para a consolidação do tecido empresarial”, concluiu.
 
 
 
Fonte: ANGOP

Ninguem foi esquecido!!

INE anuncia recenseamento de casos especiais




O Instituto Nacional de Estatística (INE) vai proceder ao recenseamento de casos especiais, no âmbito do censo geral da população e habitação, a decorrer no país de 16 a 31 de Maio próximo.

A informação consta de um documento do Gabinete Central do Censo do Instituto Nacional de Estatística (INE), enviada hoje, quarta-feira, à Angop.

Segundo o mesmo, o processo será realizado de 16 a 22 de Maio e vai abranger "todas as habitações e a população que reside em habitações familiares, colectivas (institucionais e não institucionais) e outros casos considerados especiais".

A nota refere que o recenseamento de casos especiais abrangerá a população residente e não residente (visitantes) em diferentes locais: habitações colectivas e não institucionais (hotéis, pensões, similares, hospitais, clínicas, maternidades, cadeias e prisões).

Contempla, igualmente, colégios militares, centros de correcção, Quartéis do Exército, Bases da Força Aérea, Bases da Marinha angolana, academias, centros de instrução militar e policial, internatos, residentes de estudantes e similares, centro de apoios de idosos.

O mesmo sucederá em relação aos orfanatos, conventos, seminários, centros de recuperação juvenil (REMAR), passageiros nos aeroportos, portos, estações de caminho-de-ferro e terminais rodoviários, bem como em habitações sem-abrigo, estaleiros, plataformas petrolíferas, acampamentos e zonas ou locais de acesso restrito, bem como acampamentos de grupos juvenis e religiosos e população nómada.

O documento adianta que a padronização das habitações colectivas e de todos os casos especiais será realizada três semanas antes do censo 2014, em todo o país, a nível dos bairros, aldeias e comunas, pelos agentes de campo do INE.

O recenseamento dos casos especiais, ou recolha de dados, terá início no dia 16 de Maio, com excepção dos sem abrigos e passageiros dos aeroportos, portos e rodoviárias, que serão recenseados às zero horas do dia 16 de Maio de 2014.
 
 
 
Fonte: ANGOP

terça-feira, 22 de Abril de 2014

Rio 2016 que nos aguarde!!

Selecção paralímpica em São Paulo para meeting internacional

 
 
 
A selecção nacional de atletismo para deficientes encontra-se em São Paulo (Brasil), onde de 24 a 26 deste mês participará no “meeting” internacional, pontuável para os jogos paralímpicos do Rio de Janeiro2016.
 
 
A convocatória do seleccionador nacional, José Manuel, tem como destaque o velocista José Sayovo (classe T11), integrando igualmente as experientes Esperança Gicaso (classe T11) e Maria da Silva (T11).
 
Completam a lista Severina Salussinga (T11), Befília Buya (T11), Jacob Augusto (T47) e Alberto Lussasse (T47).
 
Sayovo já participou em três edições dos jogos paralímpicos. Em Atenas2004, em que conquistou três medalhas de ouro (100, 200 e 400 metros), Pequim2008, obteve três medalhas de bronze nas mesmas distâncias e Londres2012 conquistou ouro nos 400 metros e bronze nos 200 metros.
 
Maria da silva e Esperança Gicasso possuem larga experiencia internacional, tendo participado nos jogos paralímpicos que a cidade de Londres albergou.
 
Em 2013, Maria conquistou medalha de prata nos 400 metros no campeonato do mundo de atletismo do IPC, disputado em França. No mesmo evento, Gicasso obteve a medalha de bronze nos 200 metros.
 
Estão igualmente em São Paulo os guias Isaac Adão, Nicolau Palanca, Armindo Fernando e Eduardo Chimboto.
 
Além de José Manuel (treinador principal), integram a delegação nacional, que partiu segunda-feira de Luanda, Oscar Eduardo (técnico adjunto), José Gavião (fisioterapeuta), Nelson Januário da Luz (acompanhante da vida diária) e Carlos Silva (delegado).
 
 
 
Fonte: ANGOP

segunda-feira, 21 de Abril de 2014

Vamos Preservar o Nosso Meio Ambiente!!

Valorizada implementação do projecto "Angola-Contente"



A implementação do projecto "Angola-Contente", nos próximos cinco anos visando educar ambientalmente a população, foi valorizada na terça-feira, na cidade do Huambo, pela chefe do departamento provincial do ambiente, Suzana Capitia.
 
 
Suzana Capitia, que intervinha no acto de apresentação do projecto aos ambientalistas da província, salientou que o “Angola-Contente” vai dinamizar as acções voltadas à preservação e conservação do meio ambiente.
 
No caso concreto do Huambo, a responsável disse que serão priorizadas algumas zonas criticas em termos ambientais, principalmente o bairro Benfica, onde em finais de 2013 foi diagnosticado um surto de cólera causado pelo débil saneamento básico do meio.
 
Suzana Capitia informou que serão criadas várias cooperativas ambientais, através das quais os jovens poderão ter apoio social necessário para criarem negócios com a gestão integrada dos resíduos sólidos e conservação da ecologia.
 
A chefe do departamento do ambiente da direcção do urbanismo e ambiente da província do Huambo considera que, por meio deste projecto, poderá ser fomentada no país a indústria de reciclagem para reutilização de materiais já descartados.
 
 
 
Fonte: ANGOP