Radioguide.fm

Radioguide.fm

envia ao seu amigo

Muzangala TV

Loading...

LOUCO SERÃO

GALERIA

LOUCO SERÃO

Etiquetas

configuração rato

Mo' Money!!

Crédito
BIC tem disponíveis 60 milhões de dólares para programa Angola Investe



Caxito – O Banco Internacional de Crédito (BIC) vai conceder financiamento no valor de 60 milhões de dólares, no âmbito do Programa Angola Investe, revelou sexta-feira, em Caxito (Bengo), o director para a área de particulares e negócios da instituição bancária, Francisco Lourenço.
Em entrevista à imprensa no final de um encontro de esclarecimento com empresários da província do Bengo, o responsável referiu que o montante está disponível e a sua instituição aguarda pelos projectos dos operadores para a respectiva análise e aprovação.
Segundo o responsável, as áreas prioritárias são aquelas definidas no programa Angola Investe.
"Os montantes estão disponíveis. Não temos definido que o mesmo será para esta ou aquela província. De acordo com as solicitações, analisaremos e aprovaremos os pedidos", explicou o responsável bancário.
O director Francisco Lourenço disse ainda que o encontro de esclarecimento com os empresários foi o primeiro passo, augurando que, a partir da próxima semana, comecem a dar entrada os projectos para financiamento. "Até ao momento, não temos pedidos de financiamentos da província do Bengo".
Angola Investe é um programa do Executivo angolano que visa criar e fortalecer as Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPME) nacionais, contemplando linhas de crédito bonificadas e um mecanismo de garantias públicas. O mesmo dispõe de cerca de USD 250 milhões para apoiar empresários angolanos.
Constituem sectores prioritários para aceder ao crédito do programa Angola Invest a agricultura, pecuária, pescas, materiais de construção, serviços de apoio ao sector produtivo, indústria transformadora e geologia e minas.
Para além do BIC, outros bancos comerciais estão comprometidos com a implementação do programa Angola Investe.
O programa está a ser operacionalizado por 20 bancos e se destaca por contemplar linhas de crédito bonificadas e mecanismos de garantias públicas.

Fonte: ANGOP