Radioguide.fm

Radioguide.fm

envia ao seu amigo

Muzangala TV

Loading...

LOUCO SERÃO

GALERIA

LOUCO SERÃO

Etiquetas

configuração rato

Temos Campeao!

Sayovo entre as referências do Open Internacional


O triplo medalha de ouro nos jogos paralímpicos de Atenas2004, José Sayovo, será uma das referências entre os estrangeiros do Open Internacional de atletismo para deficientes visuais e motores, a disputar-se entre quinta-feira e sábado, na pista do Complexo Desportivo do Ibirapuera Icaro de Castro Melo, em São Paulo, Brasil.

O velocista angolano terá novamente pela frente a tripla brasileira, que defrontou nos jogos paralímpicos de Londres2012, com destaque para Lucas Prado, cuja “rivalidade” remonta dos jogos de Atenas2004 em que Sayovo venceu os 100, 200 e 400 metros e ainda bateu os recordes.

Entre os visitantes, mas a nível da classe T46, estarão igualmente medalhistas de jogos paralímpicos, como o experiente Earle Connor. O canadiano conquistou o ouro nos 100m e a prata nos 200m em Sidnei2000, repetindo a proeza em Pequim2008 nos 100m.

Connor, detentor do recorde mundial dos 100m T42, com 12 segundos e 14 décimos, batido em 2002, em Leverkusen, Alemanha, divide as atenções com o norte-americano Richard Browne.

Com 22 anos, o jovem garantiu a medalha de prata na classe nos 100m, em Londres2012.

Nesta especialidade (T46), Angola vai concorrer com Silvestre Thissing, da província da Huíla, uma das apostas do Comité Paralímpico Angolano na perspectiva dos jogos paralímpicos a serem disputados, no Brasil, em 2016.

Na verdade, a selecção nacional, com excepção do veterano José Sayovo, participará neste Open Internacional que inicia quinta-feira com atletas jovens na perspectiva da renovação. Entre os convocados registam-se duas estreias, nomeadamente Catarina Francisco (Namibe) e Jacob Domingos (Huíla).

Integram o combinado nacional, liderado pelo seleccionador José Manuel, José Sayovo, Esperança Gicaso (T11- Luanda) e Severina Manuela (T11 – Huíla). Ainda Joaquim Manuel (T12 –Luanda), Jacob Domingos (T13-Huíla), Silvestre Thissing (T46 - Huíla) e Catarina Franscisco (T13 –Namibe).

A participação da selecção nacional paralímpica neste Open Internacional enquadra-se no âmbito do protocolo de cooperação que o Comité Paralímpico Angola assina hoje com a congénere do Brasil, através de Leonel Pinto (Angola) e Andrw Persons (Brasil).


Fonte: ANGOP