Radioguide.fm

Radioguide.fm

envia ao seu amigo

Muzangala TV

Loading...

LOUCO SERÃO

GALERIA

LOUCO SERÃO

Etiquetas

configuração rato

Turismo a Crescer!

Pelo menos 4,6 milhões de turistas visitam Angola nos próximos 10 anos
 
 
O Programa de Desenvolvimento do Turismo do país estima que dentro dez anos Angola venha a receber quatro milhões e seiscentos mil turistas e criar um milhão de postos de trabalho, informou hoje o secretário de Estado da Hotelaria e Turismo, Paulino Baptista.
 

Abordado pela imprensa, à margem de um encontro sobre “ Gestão de projectos de turismo sustentável”, Paulino Baptista disse que o Plano de Desenvolvimento do Turismo em Angola, que já começou a ser implementado, prevê também uma contribuição no Produto Interno Bruto (PIB) na ordem dos três porcento.
 

"Temos metas a atingir e o Chefe do Executivo, Presidente José Eduardo dos Santos, já proclamou e nós estamos a trabalhar", afirmou o entrevistado, acrescentando que o Governo Central já seleccionou os pólos de desenvolvimento do turismo do país, isto é, as áreas prioritárias, nomeadamente, o Projecto de Desenvolvimento Okavango-zambeze, o Pólo do Kuando Kubango, do Cabo Ledo e o de Kalandula.
 

Relativamente à questão do turismo sustentável em Angola, o interlocutor disse acreditar que dentro de dez anos já se poderá falar sobre o assunto, tendo em conta que cada vez mais turistas têm Angola como destino.
 

Ultimamente, prosseguiu, já temos recebido cruzeiros internacionais com turistas e é preciso o país preparar-se para suportar a procura.
 

Paulino Baptista afirmou que uma das razões que motiva os turistas a procurarem Angola, nos últimos anos, é a paz e o Executivo está a fazer tudo em relação às infra-estruturas como estradas, energia, água potável para que continue a receber mais visitantes.
 

O evento sobre “ Gestão de projectos de turismo sustentável”, aberto hoje, encerra-se a 31 de Maio e enquadra-se no Projecto de Desenvolvimento de Negócios Sustentáveis do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em Angola, em parceria com o Programa TrainFortrade da Cnuced e com apoio do Ministério da Hotelaria e Turismo.
 
 
Fonte: ANGOP