Radioguide.fm

Radioguide.fm

envia ao seu amigo

Muzangala TV

Loading...

LOUCO SERÃO

GALERIA

LOUCO SERÃO

Etiquetas

configuração rato

Um Futuro Promissor

Comissão para política social aprecia plano de construção de 25 mediatecas até 2017




A Comissão para a Política Social do Conselho de Ministros apreciou hoje, quarta-feira, o Plano Director de Mediatecas de Angola, que prevê a construção de 25 instituições do género até 2017.
 
 
O documento foi analisado na 5ª sessão ordinária da comissão, orientada pelo Vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente.
 
De acordo com o comunicado de imprensa, o Plano Nacional de Mediatecas de Angola é uma iniciativa do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, que visa dotar o país de infra-estruturas tecnológicas, utilizando os mais variados meios de difusão do conhecimento e aprendizagem existentes e colocar ao dispor das populações o acesso facilitado ao conhecimento gerado a um nível global.
 
A nota informa que já foram inauguradas quatro mediatecas nas cidades de Luanda, Benguela, Lubango e Soyo, duas estão em construção em Saurimo e no Huambo e que decorrem estudos para se erguerem seis nas províncias de Cabinda, Luanda, Uíge, Malanje, Bié e Cunene, numa primeira fase.
 
Os participantes à reunião decidiram submeter o documento ao Titular do Poder Executivo para a sua aprovação, com base nas recomendações do grupo técnico de apoio.
 
No domínio da Educação, a Comissão para a Política Social tomou conhecimento do memorando sobre a caracterização do ensino privado em Angola, que retrata o estado das 543 escolas privadas, mil 410 comparticipadas e seis escolas consulares.
 
A comissão recomendou o reforço das inspecções escolares, visando garantir a melhoria da qualidade do ensino e o cumprimento da legislação nacional e das políticas do Estado para a educação.
 
Pediu ainda o reforço da parceria local entre a polícia de investigação das actividades económicas, líderes comunitários e repartições municipais de educação com o propósito de melhorar o controlo da rede escolar.
 
Na reunião foram igualmente discutidos os projectos de decretos presidenciais que aprovam o estatuto orgânico do Instituto Nacional de Avaliação, Acreditação e Reconhecimento de Estudos de Ensino Superior e o Estatuto Orgânico do Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudos, documentos que deverão ser também remetidos ao Titular do Poder Executivo.
 
A Comissão para a Política Social é um órgão de apoio ao Conselho de Ministros que tem por objecto o acompanhamento e a preparação das decisões do Conselho de Ministros nos domínios da melhoria da qualidade de ensino e das aprendizagens, reforço institucional do sector com a utilização de novas tecnologias de informação e da acção social educativa e promoção da saúde escolar.
 
Deve ainda preparar decisões sobre o funcionamento da reestruturação do Sistema Nacional de Saúde, visando melhorar o acesso de toda a população aos cuidados primários de saúde; redução da mortalidade materna, infantil e infanto-juvenil, bem como da morbilidade e mortalidade por doenças prioritárias do quadro nosológico nacional.
 
A protecção social das pessoas vulneráveis, em particular dos direitos da criança, do idoso e do portador de deficiência; reforço da articulação institucional entre órgãos e instituições encarregues da política social e a promoção e apoio a projectos e acções que visem a educação moral, cívica, patriótica e para a cidadania no seio da família e da juventude, fazem igualmente parte da área de actuação da Comissão.
 
Está também incumbida de acompanhar a preparação das decisões com Conselho de Ministros nas áreas da acção cultural e desportiva; apoio ao desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação, apoio às estratégias do ensino superior e na promoção e preservação do legado histórico do antigo combatente e veteranos da pátria.
 
 
 
Fonte: ANGOP