Radioguide.fm

Radioguide.fm

envia ao seu amigo

Muzangala TV

Loading...

LOUCO SERÃO

GALERIA

LOUCO SERÃO

Etiquetas

configuração rato

Toca a abrir os cordões a bolsa

BPC retoma créditos em Novembro



O Banco de Poupança e Crédito (BPC) vai retomar, com normalidade, o processo de atribuição de créditos aos seus clientes em Novembro próximo, anunciou, neste fim-de-semana, no Lubango, o seu presidente do conselho de administração, Paixão Júnior.

Falando à Angop, à margem da cerimónia de apresentação do novo director regional sul do BPC, José Artiaga, Paixão Júnior disse que os créditos retomam em Novembro e espera que sejam importantes para influenciar positivamente os indicadores traçados pelo banco no começo do ano.


Esclareceu que o BPC vive um processo de prudência, porque integrou, por Despacho Presidencial, uma comissão multissectorial que está a analisar o seu problema de liquidez e a este nível recomendou que, sempre que possível, evite fazer novas operações enquanto este assunto não estiver resolvido.

Segundo ele, esta comissão que começou o trabalho em Janeiro ainda não terminou o seu trabalho e isto criou algumas dificuldades neste segmento.

“Seja como for, continuamos animados e retomamos as operações de crédito, embora de forma limitada, não só porque precisamos dos recursos que temos, mas porque estamos a respeitar as recomendações desta comissão multissectorial criada”, ressaltou.

“Estamos mal, temos que admitir, porque a nossa perspectiva, em termos de plano de negócios, era superior à realidade actual. Estamos aquém do preconizado no começo do ano. Não foi bom, tanto mais que, no âmbito da rentabilidade de exercício, em 2011 tivemos 140 milhões e em 2012, 80 milhões. Esperamos que até Dezembro cheguemos até aos 50 milhões em termos de resultado líquido”, sublinhou Paixão Júnior.

Para ele, estes números indicam que o resultado do banco tem vindo a decrescer, o que é mau, situação que tem a ver com a escassez de recursos para operações de crédito.

Contudo, tranquilizou os clientes e garantiu que o banco vai empenhar-se e que os momentos difíceis que viveram nos últimos meses serão ultrapassados em Novembro, pois novos recursos serão injectados a partir desta data.
 
 
 
 
Fonte: ANGOP