Radioguide.fm

Radioguide.fm

envia ao seu amigo

Muzangala TV

Loading...

LOUCO SERÃO

GALERIA

LOUCO SERÃO

Etiquetas

configuração rato

Made in Angola

Inaugurada primeira fábrica de montagem de electrodomésticos no país



Luanda - As primeiras três linhas de montagem de electrodomésticos em Angola, da empresa ?INOVIA?, foram inauguradas hoje (sexta-feira), no perímetro da Zona Económica Especial de Viana, em Luanda.
 
 
Com um investimento global de cinco mil milhões de kwanzas, o projecto foi edificado numa área coberta de sete mil e 500 metros quadrados e teve duração de aproximadamente dois anos.
 
O projecto alcançará, faseadamente, um total de oito linhas de produção, prevendo-se para mil a capacidade individual das linhas, embora exista, segundo a direcção da “INOVIA”, capacidade instalada para que estes indicadores de produção progridam, em função da procura do mercado.
 
Nesta primeira etapa, a empresa passa a montar geleiras, ares condicionados, televisores, estando prevista para 2014 a entrada para a linha de montagem de computadores e ferros de engomar, todos com a marca “INOVIA”.
 
No capítulo dos recursos humanos, a empresa empregou, nesta fase experimental, pelo menos 200 trabalhadores, estando previsto o enquadramento de mais 400 funcionários. Para o melhor enquadramento da mão-de-obra, a empresa realizou acções de formação, em Angola, das quais participaram pelo menos 50 trabalhadores.
 
Segundo o administrador executivo da “INOVIA”, Aires Neto, a montagem dos electrodomésticos e dos restantes produtos electrónicos será realizada na unidade de Viana, sendo os componentes provenientes de países europeus e asiáticos.
 
Em declarações à imprensa, à margem da cerimónia de inauguração da infra-estrutura, o responsável disse que os produtos apresentam qualidade suficiente para competir com as marcas conhecidas internacionalmente.
 
“Não nos sentimos intimidados pela concorrência no mercado, pois apostamos na qualidade dos nossos produtos”, referiu o mesmo.
 
No quadro da facturação, Aires Neto não avançou perspectivas, deixando claro que “a principal preocupação neste momento é a estabilização dos produtos no mercado e a aproximação dos clientes à empresa”.
 
Na ocasião, a ministra da Indústria, Bernarda Gonçalves da Silva, disse que a entrada da “INOVIA” no mosaico da produção nacional vem alargar o leque de produtos com o selo feito em Angola.
 
Segundo a responsável, iniciativas do género são cada vez mais importantes pelo facto de o país estar a envidar esforços para a diversificação da economia nacional que, de acordo com o Executivo, depende sobremaneira do petróleo.
 
“Um dos aspectos a levar em consideração, com a entrada em funcionamento desta unidade de montagem, é a criação de muitos postos de trabalho. Angola vive um momento em que a criação de postos de trabalho reflecte o desenvolvimento porque passa o país”, considerou a ministra.
 
A “INOVIA” é uma empresa cem porcento angolana, de capital privado, sendo a primeira, no território nacional, a montar electrodomésticos.
 
 
 
 
Fonte: ANGOP