Radioguide.fm

Radioguide.fm

envia ao seu amigo

Muzangala TV

Loading...

LOUCO SERÃO

GALERIA

LOUCO SERÃO

Etiquetas

configuração rato

Cuca na conquista de Novos Horizontes!

Angola já exporta cerveja para Portugal


Portugal é o novo destino de exportação da cerveja angolana Cuca. Este ano chegaram ao país dois contentores com cerca de 86 mil garrafas - quase 3.600 grades de 24 unidades, no formato Mini - e “já está a ser negociada uma nova encomenda”, revelou ao SOL Francisco Sanches-Osório, director-geral da Welcome Moment, empresa responsável pela distribuição da Cuca em Portugal.

Desde o mês passado que é possível encontrar a cerveja em 50 pontos de venda, entre cafés, restaurantes e mini-mercados. Para tal contribuiu o contrato assinado com a Makro, um dos principais grossistas a actuar no país. O grupo “foi o primeiro a mostrar interesse na comercialização da Cuca”, detalhou o responsável.

A Welcome Moment já contactou também os dois grandes grupos retalhistas do mercado, a Jerónimo Martins e a Sonae, mas o desfecho foi diferente. Com a dona do Pingo Doce e do Recheio, há negociações “mas ainda não fechámos acordo por causa dos preços exigidos”, conta Francisco Sanches-Osório. “A Cuca é uma cerveja importada e tem custos acrescidos. Não pode ser equiparada à Sagres ou à Super Bock, por exemplo”, que são produzidas localmente.

Já a dona do Continente ainda não respondeu ao pedido da Welcome Moment. Mas o facto de ainda não terem fechado nenhum acordo com as grandes superfícies não preocupa: “Queremos estar onde está o consumidor angolano”.

O responsável acredita que, através do canal HORECA (hotéis, restaurantes e cafés), a marca vai conseguir atingir o seu target: o “mercado da saudade”. O objectivo é aliciar “não só a comunidade angolana que vive em Portugal, mas também todos os portugueses que passaram por Angola”.

Nova encomenda

Para anunciar a chegada da Cuca a Portugal vai ser lançada em breve uma campanha promocional no Metropolitano de Lisboa, através de uma oferta gratuita de internet móvel (Wi-Fi). “Queremos aproximar-nos de grande parte da população”, explica Sanches-Osório, “e o Metro agrupa um grande número de pessoas que entra e sai de Lisboa todos os dias”.

Esta iniciativa será a primeira de muitas que a empresa tem planeadas para promover a Cuca em Portugal. Apesar de não revelar o investimento, o director-geral adianta que “estão a ser analisadas campanhas noutros meios e localizações”.

Quanto a perspectivas de vendas, Francisco Sanches-Osório está optimista. Apesar de as cervejas Cuca estarem à venda apenas há um mês, já está a ser negociada uma nova encomenda, “que não será inferior à primeira”, em termos de quantidade.

Os objectivos passam por, até ao final do ano, as vendas estarem regulares, levando à importação de “um a dois contentores por mês”. A presença da Cuca em Portugal será apenas através do formato Mini (25 cl). O preço oscilará entre 1 e 1,5 euros.
Fonte: SOL