Radioguide.fm

Radioguide.fm

envia ao seu amigo

Muzangala TV

Loading...

LOUCO SERÃO

GALERIA

LOUCO SERÃO

Etiquetas

configuração rato

Google supera Apple como empresa mais valiosa do mundo

Acções da Alphabet, holding do Google, subiram após terem sido revelados resultados melhores do que o esperado.

A Alphabet, holding que agrega o Google e outras empresas do grupo, apresentou nesta segunda-feira resultados financeiros do quarto trimestre de 2015 acima do esperado, levando a que as suas acções valorizassem.

Graças a uma subida de 9% no mercado fora-de-horas, a Alphabet ultrapassou a Apple como a empresa mais valiosa do mundo, valendo cerca de 568 mil milhões de dólares (524 mil milhões de euros) contra 535 mil milhões de dólares (494 mil milhões de euros) da rival, noticiaram a BBC e a Reuters.

Se a tendência se confirmar na sessão desta terça-feira, a Alphabet destronará oficialmente a Apple do lugar de empresa mais valiosa do mundo em bolsa.

No quarto trimestre, a Alphabet apresentou lucros de 4,92 mil milhões de dólares (4,54 mil milhões de euros), subindo 5%. No conjunto do ano de 2015, a subida foi ainda mais significativa: 12% para os 15,8 mil milhões de dólares (14,6 mil milhões de euros).

Esta foi a primeira vez que a Alphabet separou os resultados do Google – negócio central do grupo – das outras actividades, designadas “outras apostas”, como os carros sem condutor ou os balões de acesso à Internet.

Numa base anual, o negócio das “outras apostas” significou uma perda de 3,6 mil milhões de dólares (3,3 mil milhões de euros), muito pouco comparado com o volume de negócios de 75 mil milhões de dólares (69 mil milhões de euros) no mesmo período.

Ruth Porat, directora financeira da empresa, atribuiu os lucros ao “uso crescente na pesquisa móvel pelos consumidores”, bem como ao crescimento do YouTube, igualmente graças à publicidade online.

 “Enquanto o negócio principal continuar a operar bem e com lucros, o investimento nesses negócios [novos] pode continuar”, disse à Reuters Ronald Josey, da JMP Securities.

Sundar Pichai, presidente-executivo do Google, adiantou ainda que o serviço Gmail ultrapassou a fasquia dos mil milhões de utilizadores.